Cordas para raquete de Tênis

Existem 5 tipos de cordas a de nylon, tripa sintética, poliéster, tripa natural e a de materiais de alta performance.

Nylon:

  • são as mais simples do mercado. Baixo custo
  • perdem tensão rapidamente
  • alteram-se facilmente com a variação de temperatura
  • tem baixa absorção de impacto - existem exceções
  • em geral são grossas
  • são mais resistentes as quebras.
Tripa sintética:

  • custo intermediário
  • perdem menos tensão do que o nylon
  • estão menos sujeitas a variação de temperatura
  • tem boa absorção ao impacto
  • em geral são finas ou intermediárias
  • resistem menos a quebra do que o nylon.
Poliéster:

  • alta perda de tensão
  • sofrem pouco com a variação de temperatura
  • tem várias espessuras
  • bem resistentes a quebra
  • custo intermediário
  • absorção baixa de impacto.
Tripa natural:
  • segue e otimiza todas as características da tripa sintética
  • extremamente sensível a umidade
  • alto custo.
Materiais de alta performance:

  • são cordas sintéticas de altíssimo nível. Dividimos estas em dois grupos:
  • de alta absorção ao impacto. São as cordas indicada a tenistas com histórico de incômodo em qualquer parte do braço
  • de alta jogabilidade. São as cordas indicadas aos tenistas competitivos. Em geral são compostas por diversos polímeros.

Extraído do site: www.raquetes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário